Terça-feira, 4 de Agosto de 2009

Lua dourada

 

 

Que bela lua dourada

adornou a nossa noite

amiga que passou.

Que tom de mel

que premiou a conversa

e a noite que suave

a nós nos agraciou.

E tu, tão bela como

a lua, sorriste e riste,

e como que por encanto

ficaste assim, triste…

Talvez seja pela noite

estar mudada,

por estares talvez

cansada,

ou pela lua se ter deitado,

no mar doce enamorado.

 

Beijo-te o teu sorriso lindo

e o teu rosto, bela

com este poema

e desejo que a nossa vida

nos dê muitas noites como aquela.

 

Mário L. Soares

 

publicado por Lagash às 16:23
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 14 de Junho de 2009

Triste

 

 

Que tristeza te assola?

Que mal invade o teu seio?

E te traz a lágrima ao lábio.

Relaxa amiga, não será nada…

Serás rainha de um belo reino,

E terás sorrisos de toda a parte.

Serás amor do teu amado,

E assim terás o céu na terra.

 

Que inquietação de destrói?

Que funesto acontecimento passou por ti?

E te leva ao desespero infeliz.

Calma companheira, tudo será pelo melhor…

A tempestade passa e o sol virá,

E ter-me-ás sempre a teu lado.

Nada de mau nos vai suceder,

Seremos os dois apenas um.

 

Mário L. Soares

 

publicado por Lagash às 16:24
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 30 de Março de 2009

Alma Errante

 

(foto de Katia Chausheva)

 

Encontrei muita vez, vagando ao acaso,

Um perfil de mulher no qual se adivinha

Como em exílio uma infeliz Rainha,

Um sol nascente e quase já no ocaso! ...

 

Lembrou me um jaspe, um delicado vaso.

Onde vegeta a custo uma florinha.

Ansiosa por florir, mas que, mesquinha,

Tem o espaço estreito e o chão árido e raso.

 

Certa tarde, já quase ao fim do dia.

Baixava o sol na última agonia.

Via lenta vagando em certa praça.

 

Perguntei-lhe o seu nome, incivilmente...

Cravou-me um triste olhar, e tristemente.

Digna, mui digna, respondeu: Desgraça.

 

Gomes Leal

 

publicado por Lagash às 16:04
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 23 de Outubro de 2008

O que desejei às vezes

 

(foto retirada da internet - desconheço o autor) 

 

O que desejei às vezes

Diante do teu olhar,

Diante da tua boca!

 

Quase que choro de pena

Medindo aquela ansiedade

Pela de hoje - que é tão pouca!

 

Tão pouca que nem existe!

 

De tudo quanto nós fomos,

Apenas sei que sou triste.

 

António Botto

 

publicado por Lagash às 16:23
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 7 de Julho de 2008

Sentir falta...

 

 

Sentir a falta de ti
do teu olhar
do teu cheiro
Sentir a falta de ti
nos meus braços
no meu colo
Sentir a falta de mim
no que eu sou
do teu lado amor
Sentir a falta de mim
do meu sorriso
daquele momento quando estou contigo
Sentir a falta...
De ti...
De mim...
Sentir a falta de nós,
Quando nos tornamos um só
Nós num silêncio qualquer
Sentir a falta de nós
quando nos olhamos
quando nos beijamos
quando eu e tu
tu e eu...
Sentir a falta!
Sim eu sinto...

 

Gaybriel

http://silenciosentido.blogs.sapo.pt/

 

 

 

publicado por Lagash às 19:32
link | comentar | favorito
Domingo, 22 de Junho de 2008

Tristeza

 

 

Da minha decepção só nasce dureza
Do meu Amor Só nasce Tristeza
Não sei o que quero
Mas sei o que não posso ter

 

Florabela em http://www.pensador.info/

 

publicado por Lagash às 06:56
link | comentar | favorito

Declaração

Declaro que a responsabilidade de todos os textos / poesia / prosa publicados é minha no respeitante à transcrição dos mesmos. Faço todos os possíveis para contactar o(s) autor(es) dos trabalhos a fim de autorizarem a publicação, na impossibilidade de o fazer, caso assim o entenda o autor ou representante legal deverá contactar-me a fim de que o mesmo seja retirado - o que será feito assim que receba a informação. Os trabalhos assinados "Mário L. Soares" são de minha autoria e estão protegidos com a lei dos direitos de autor vigente. Quanto às fotografias, todas, cujo autor não esteja identificado, são de "autor desconhecido" - caso surja o respectivo autor de alguma, queira por favor contactar-me para proceder à sua identificação e se for caso disso retirada do blog. Às restantes fotografias aplicarei o mesmo princípio dos trabalhos escritos. Obrigado. Mário L. Soares - lagash.blog@sapo.pt

mais sobre mim

procurar em Lagash

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Lua dourada

Triste

Alma Errante

O que desejei às vezes

Sentir falta...

Tristeza

arquivos

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags

links

blogs SAPO

subscrever feeds