Sábado, 7 de Fevereiro de 2009

Eu te amo

 

 

  

Ah, se já perdemos a noção da hora

Se juntos já jogamos tudo fora

Me conta agora como hei-de partir

 

Se, ao te conhecer, e pra sonhar, fiz tantos desvarios

Rompi com o mundo, queimei meus navios

Me diz pra onde é que ainda posso ir

 

Se nós nas travessuras das noites eternas

Já confundimos tanto as nossas pernas

Diz com que pernas eu devo seguir

 

Se entornaste a nossa sorte pelo chão

Se na bagunça do teu coração

Meu sangue errou de veia e se perdeu

 

Como, se na desordem do armário embutido

Meu paletó enlaça o teu vestido

E o meu sapato ainda pisa no teu

 

Como, se nos amamos feito dois pagãos

Teus seios ainda estão nas minhas mãos

Me explica como que cara eu vou sair

 

Não, acho que estás te fazendo de tonta

Te dei meus olhos pra tomares conta

Agora conta como hei-de partir

 

Tom Jobim / Chico Buarque

Interpretado por Chico Buarque e Elis Regina

publicado por Lagash às 16:06
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 22 de Agosto de 2008

The girl from Ipanema / A garota de Ipanema

 

 

 

 

 

[ Sinatra: ]
Tall and tan and young and lovely
The girl from Ipanema goes walking
And when she passes, each one
she passes goes - ah

When she walks, she's like a samba
That swings so cool and sways so gentle
That when she passes, each one
she passes goes - ah

(Ooh) But I watch her so sadly
How can I tell her I love her
Yes I would give my heart gladly
But each day, when she walks to the sea
She looks straight ahead, not at me

Tall, (and) tan, (and) young, (and) lovely
The girl from Ipanema goes walking
And when she passes, I smile
- but she doesn't see
(doesn't see)

[ Tom Jobim: ]
Olha que coisa mais linda
mais cheia de graça
É ela menina que vem e que passa
Num doce balanço a caminho do mar...

Moça do corpo dourado do sol de Ipanema
O seu balançado é mais que um poema
É a coisa mais linda que
eu já vi passar...

[ Sinatra: ]

(Ooh) But I watch her so sadly
[ Tom Jobim: ]
(Ahh) porque tudo é tão triste
[ Sinatra: ]
Yes, I would give my heart gladly
But each day, when she walks to the sea
She looks straight ahead, not at me

Tall, and tan, and young, and lovely
The girl from Ipanema goes walking
And when she passes, I smile -
but she doesn't see

[ Tom Jobim: ]
Por causa do amor
[ Sinatra: ]
She just doesn't see
[ Tom Jobim: ]
Nem olha para mim
[ Sinatra: ]
She never sees me
[ Tom Jobim: ]
Por causa do Amor...

 

 

Tom Jobim & Frank Sinatra 

 

 

publicado por Lagash às 16:25
link do post | comentar | favorito
Sábado, 2 de Agosto de 2008

Águas de Março

 

 

É pau, é pedra
É o fim do caminho
É um resto de toco
É um pouco sozinho
É um caco de vidro
É a vida, é o sol
É a noite, é a morte
É um laço, é o anzol
É peroba no campo
É o nó da madeira
Caingá candeia
É o matita pereira
É madeira de vento
Tombo da ribanceira
É o mistério profundo
É o queira ou não queira
É o vento ventando
É o fim da ladeira
É a viga, é o vão
Festa da cumeeira
É a chuva chovendo
É conversa ribeira
Das águas de Março
É o fim da canseira
É o pé, é o chão
É a marcha estradeira
Passarinho na mão
Pedra de atiradeira
É uma ave no céu
É uma ave no chão
É um regato, é uma fonte
É um pedaço de pão
É o fundo do poço
É o fim do caminho
No rosto um desgosto
É um pouco sozinho
É um estrepe, é um prego
É uma conta, é um conto
É um pingo pingando
É uma ponta, é um ponto
É um peixe, é um gesto
É uma prata brilhando
É a luz da manhã
É o tijolo chegando
É a lenha, é o dia
É o fim da picada
É a garrafa de cana
O estilhaço na estrada
É o projecto da casa
É o corpo na cama
É o carro enguiçado
É a lama, é a lama
É um passo, é uma ponte
É um sapo, é uma rã
É um resto de mato
Na luz da manhã
São as águas de Março fechando o verão
É a promessa de vida no teu coração

 
É pau, é pedra
É o fim do caminho
É um resto de toco
É um pouco sozinho
É uma cobra, é um pau
É João, é José
É um espinho na mão
É um corte no pé
São as águas de Março fechando o verão
É a promessa de vida no teu coração
É um passo, é uma ponte
É um sapo, é uma rã
É um belo horizonte
É uma febre terçã
São as águas de Março fechando o verão
É a promessa de vida no teu coração

 

 

 

 

António Carlos Jobim (Tom Jobim)

Elis Regina 

 

publicado por Lagash às 16:35
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 31 de Março de 2008

A luz dos olhos teus...

Quando a luz dos olhos teus
E a luz dos olhos meus
Resolvem se encontrar...
Ai que bom que isso é
Meu Deus, que frio que me dá
O encontro desse olhar...
Mas se a luz dos olhos teus
Resiste aos olhos meus
Só pra me provocar,
Meu amor, juro por Deus,
Me sinto incendiar...
Meu amor juro por Deus
Que a luz dos olhos meus
Já não podem esperar.
Quero a luz dos olhos teus,
Na luz dos olhos meus,
Sem mais la-la-la-la...
E na luz dos olhos teus,
Eu acho, meu amor,
E só se pode achar...
Que a luz dos olhos meus precisa se casar...

 

 

Tom Jobim e


 

Miúcha

publicado por Lagash às 02:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Declaração

Declaro que a responsabilidade de todos os textos / poesia / prosa publicados é minha no respeitante à transcrição dos mesmos. Faço todos os possíveis para contactar o(s) autor(es) dos trabalhos a fim de autorizarem a publicação, na impossibilidade de o fazer, caso assim o entenda o autor ou representante legal deverá contactar-me a fim de que o mesmo seja retirado - o que será feito assim que receba a informação. Os trabalhos assinados "Mário L. Soares" são de minha autoria e estão protegidos com a lei dos direitos de autor vigente. Quanto às fotografias, todas, cujo autor não esteja identificado, são de "autor desconhecido" - caso surja o respectivo autor de alguma, queira por favor contactar-me para proceder à sua identificação e se for caso disso retirada do blog. Às restantes fotografias aplicarei o mesmo princípio dos trabalhos escritos. Obrigado. Mário L. Soares - lagash.blog@sapo.pt

mais sobre mim

procurar em Lagash

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Eu te amo

The girl from Ipanema / A...

Águas de Março

A luz dos olhos teus...

arquivos

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags

links

blogs SAPO

subscrever feeds