Sexta-feira, 30 de Janeiro de 2009

Traição

 

(foto retirada de http://semadocante.blogs.sapo.pt/ - desconheço o autor) 

 

Viajo até o ponto mais arrepiante da tua nuca

Percebo o endurecimento do seu corpo

Teus seios

Teus braços

Tua boca

Arrepios

Calafrios

Minha mão decorando teus poros

A ponto de contá-los

Um a um

Conheço o gosto de cada centímetro

Beijos

Cheiros

Misturas

Sinto tremores

Amores

Fisgadas

Calafrios

Minha mão decorando teus pelos

Conheço-os um a um

Cobertura delicada

Da meiga e rija vulva

Que sabe dizer o meu nome

Que me beija

Já não sei onde fica a sua boca

Língua

Mistura

Carnes em estado de fusão

Corpos em estado de tesão

Gozo

Gritos

Beijos

Mentiras

Promessas falsas

Traição

 

Silvio Helder Lencioni Senne

 

publicado por Lagash às 16:14
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 6 de Janeiro de 2009

Voluptuosidade

 

(foto retirada da internet - desconheço o autor) 

 

Invades-me a alma

Num beijo molhado

Que me aquece o corpo

E me leva à entrega absoluta.

 

Já não sei quem sou…

 

Perco-me nas partículas

Que te cobrem, envolvem,

E abarco-te com volúpia

No íntimo de mim.

 

Já não sei onde estou…

 

Em ondas uníssonas e ritmadas,

Entre gritos e gemidos,

Salivamos torrentes de amor

Que se quedam eternas.

 

Já não sei de mim…

 

O colapso final surge

Entre ejaculações e contracções

E palavras de amor

No declínio da tensão.

 

Já não somos dois…

 

Vera Silva

http://www.prosas-e-versos.blogspot.com/

 

 

publicado por Lagash às 16:13
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 10 de Dezembro de 2008

Bailarina vermelha

(foto retirada da internet - desconheço o autor) 

 

Ela passa,

a papoila rubra,

esvoaçando graça,

a sorrir...

Original tentação

de estranho sabor:

a sua boca - romã luzente,

a refulgir!...

 

As mãos pálidas, esguias,

dolorosas soluçando,

vão recortando

em ritmos de beleza

gestos de ave endoidecida...

Preces, blasfémias,

cálidas estesias

passam delirando!...

 

Mordendo-lhe o seio

túrgido e perfurante,

delira a flama sangrenta

dos rubis...

E a cinta verga, flexuosa,

na luxuria dominante

dos quadris...

 

Um jeito mais quebrado no andar...

 

Um pouco mais de sombra no olhar

bistrado de lilás...

 

E ela passa

entornando dor,

a agonizar beleza!...

Um sonho de volúpia

que logo se desfaz,

em ruivas gargalhadas

dispersas... desgrenhadas!...

 

Magoam-se os meus sentidos

num cálido rubor...

 

E nos seus braços endoidecem

as anilhas d'oiro refulgindo

num feérico clamor!...

 

E ela passa...

 

Fulva, esguia, incoerente...

Flor de vicio

esvoaçando graça

na noite tempestuosa

do meu olhar!...

Como uma brasa ardente,

e infernal e dolorosa,

... a bailar...

 

a bailar!...

 

Judith Teixeira

 

publicado por Lagash às 16:11
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 24 de Setembro de 2008

O insecto

 

 

Das tuas ancas aos teus pés
quero fazer uma longa viagem.

 

Sou mais pequeno que um insecto.
Percorro estas colinas,
são da cor da aveia,
têm trilhos estreitos
que só eu conheço,
centímetros queimados,
pálidas perspectivas.
Há aqui um monte.
Nunca dele sairei.
Oh que musgo gigante!
E uma cratera, uma rosa
de fogo humedecido!

 

Pelas tuas pernas desço
tecendo uma espiral
ou adormecendo na viagem
e alcanço os teus joelhos
duma dureza redonda
como os ásperos cumes
dum claro continente.

 

Para teus pés resvalo
para as oito aberturas
dos teus dedos agudos,
lentos, peninsulares,
e deles para o vazio
do lençol branco
caio, procurando cego
e faminto teu contorno
de vaso escaldante!

 

Pablo Neruda

 

publicado por Lagash às 16:08
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 17 de Março de 2008

Lúbrica

 

Mandaste-me dizer,
No teu bilhete ardente,
Que hás de por mim morrer,
Morrer muito contente.

Lançastes, no papel
As mais lascivas frases;
A carta era um painel
De cenas de rapazes!

Ó cálida mulher,
Teus dedos delicados
Traçaram do prazer
Os quadros depravados!

Contudo, um teu olhar
É muito mais fogoso,
Que a febre epistolar
Do teu bilhete ansioso:

Do teu rostinho oval
Os olhos tão nefandos
Traduzem menos mal
Os vícios execrandos.

Teus olhos sensuais,
Libidinosa Marta,
Teus olhos dizem mais
Que a tua própria carta.

As grandes comoções
Tu neles, sempre, espelhas;
São lúbricas paixões
As vívidas centelhas...

Teus olhos imorais,
Mulher, que me dissecas,
Teus olhos dizem mais
Que muitas bibliotecas!

 

 
Cesário Verde

publicado por Lagash às 03:48
link do post | comentar | favorito

Declaração

Declaro que a responsabilidade de todos os textos / poesia / prosa publicados é minha no respeitante à transcrição dos mesmos. Faço todos os possíveis para contactar o(s) autor(es) dos trabalhos a fim de autorizarem a publicação, na impossibilidade de o fazer, caso assim o entenda o autor ou representante legal deverá contactar-me a fim de que o mesmo seja retirado - o que será feito assim que receba a informação. Os trabalhos assinados "Mário L. Soares" são de minha autoria e estão protegidos com a lei dos direitos de autor vigente. Quanto às fotografias, todas, cujo autor não esteja identificado, são de "autor desconhecido" - caso surja o respectivo autor de alguma, queira por favor contactar-me para proceder à sua identificação e se for caso disso retirada do blog. Às restantes fotografias aplicarei o mesmo princípio dos trabalhos escritos. Obrigado. Mário L. Soares - lagash.blog@sapo.pt

mais sobre mim

procurar em Lagash

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Traição

Voluptuosidade

Bailarina vermelha

O insecto

Lúbrica

arquivos

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags

links

blogs SAPO

subscrever feeds