Terça-feira, 20 de Outubro de 2009

Paciência

 

 

Mesmo quando tudo pede

Um pouco mais de calma

Até quando o corpo pede

Um pouco mais de alma

A vida não pára...

 

Enquanto o tempo

Acelera e pede pressa

Eu me recuso faço hora

Vou na valsa

A vida é tão rara...

 

Enquanto todo mundo

Espera a cura do mal

E a loucura finge

Que isso tudo é normal

Eu finjo ter paciência...

 

O mundo vai girando

Cada vez mais veloz

A gente espera do mundo

E o mundo espera de nós

Um pouco mais de paciência...

 

Será que é tempo

Que lhe falta pra perceber?

Será que temos esse tempo

Pra perder?

E quem quer saber?

A vida é tão rara

Tão rara...

 

Mesmo quando tudo pede

Um pouco mais de calma

Até quando o corpo pede

Um pouco mais de alma

Eu sei, a vida não pára

A vida não pára não...

 

Será que é tempo

Que lhe falta pra perceber?

Será que temos esse tempo

Pra perder?

E quem quer saber?

A vida é tão rara

Tão rara...

 

Mesmo quando tudo pede

Um pouco mais de calma

Até quando o corpo pede

Um pouco mais de alma

Eu sei, a vida é tão rara

A vida não pára não...

 

A vida não pára!...

A vida é tão rara!...

 

Lenine

 

publicado por Lagash às 16:17
link | comentar | favorito
Sábado, 5 de Setembro de 2009

Hora Nostálgica #11 - Patience


Guns N' Roses - Patience [Legendado]
Enviado por Leptossomico - Veja mais vídeos de musica, em HD!

 

 

Shed a tear 'cause I'm missing you

I'm still alright to smile

Girl, I think about you every day now

Was a time when I wasn't sure

But you set my mind at ease

There is no doubt you're in my heart now

Said woman take it slow

It'll work itself out fine

All we need is just a little patience

Said sugar make it slow

And we'll come together fine

All we need is just a little patience

Patience...

 

Sit here on the stairs

'Cause I'd rather be alone

If I can't have you right now, I'll wait dear

Sometimes, I get so tense

But I can't speed up the time

But you know, love, there's one more thing to consider

Said woman take it slow

Things will be just fine

You and I'll just use a little patience

Said sugar take the time

'Cause the lights are shining bright

You and I've got what it takes to make it

We won't fake it, Oh never break it

'Cause I couldn't take it

 

...little patience,

Need a little patience,

Just a little patience,

Some more patience

I've been walking these streets at night

Just trying to get it right

It's hard to see with so many around

You know I don't like being stuck in a crowd

And the streets don't change but maybe the name

I ain't got time for the game

'Cause I need you

Yeah, yeah well I need you

Oh, I need you

Whoa, I need you

this time...

 

Guns N’ Roses

 

publicado por Lagash às 16:13
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 8 de Julho de 2009

Shelley sem anjos e sem pureza

 

 

Shelley sem anjos e sem pureza,

aqui estou à tua espera nesta praça,

onde não há pombos mansos mas tristeza

e uma fonte por onde a água já não passa.

 

Das árvores não te falo pois estão nuas;

das casas não vale a pena porque estão

gastas pelo relógio e pelas luas

e pelos olhos de quem espera em vão.

 

De mim podia falar-te, mas não sei

que dizer-te desta história de maneira

que te pareça natural a minha voz.

 

Só sei que passo aqui a tarde inteira

tecendo estes versos e a noite

que te há-de trazer e nos há-de de deixar sós

 

Eugénio de Andrade

in As Mãos e os Frutos

 

publicado por Lagash às 16:22
link | comentar | favorito
Terça-feira, 1 de Julho de 2008

Paciência

 

 

Amar de novo?

Não penso… ou penso, mas não…

Quero. De novo, tudo, folha branca…

Vazia como a mente e o coração

Fria como o prato da balança

Sou para mim um estorvo…

 

Mais não quero!

Não existo no fundo…

Raspo em baixo, arranho…

Nada encontro no mundo.

Olho para o lado e sou um estranho,

Olho mais e espero…

 

Não conheço a minha alma…

Sei quem sou, mas desespero,

Para onde vou, o que há comigo?

A parte de mim que dilacero,

Não é minha, levaste contigo…

Foi… na tua calma…

 

Paciente, não tens a perder…

Abre a mão e dá de ti,

Tens algo no fundo para dar?

Não há mais nada aqui…

Não quero mais… estar.

Não vai mais doer.

 

Mário L. Soares

 

publicado por Lagash às 21:37
link | comentar | favorito

Declaração

Declaro que a responsabilidade de todos os textos / poesia / prosa publicados é minha no respeitante à transcrição dos mesmos. Faço todos os possíveis para contactar o(s) autor(es) dos trabalhos a fim de autorizarem a publicação, na impossibilidade de o fazer, caso assim o entenda o autor ou representante legal deverá contactar-me a fim de que o mesmo seja retirado - o que será feito assim que receba a informação. Os trabalhos assinados "Mário L. Soares" são de minha autoria e estão protegidos com a lei dos direitos de autor vigente. Quanto às fotografias, todas, cujo autor não esteja identificado, são de "autor desconhecido" - caso surja o respectivo autor de alguma, queira por favor contactar-me para proceder à sua identificação e se for caso disso retirada do blog. Às restantes fotografias aplicarei o mesmo princípio dos trabalhos escritos. Obrigado. Mário L. Soares - lagash.blog@sapo.pt

mais sobre mim

procurar em Lagash

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Paciência

Hora Nostálgica #11 - Pat...

Shelley sem anjos e sem p...

Paciência

arquivos

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags

links

blogs SAPO

subscrever feeds