Terça-feira, 29 de Julho de 2008

Seus Olhos

 

 

Seus olhos - se eu sei pintar

O que os meus olhos cegou -

Não tinham luz de brilhar.

Era chama de queimar;

E o fogo que a ateou

Vivaz, eterno, divino,

Como facho do Destino.

 

Divino, eterno! - e suave

Ao mesmo tempo: mas grave

E de tão fatal poder,

Que, num só momento que a vi,

Queimar toda alma senti...

Nem ficou mais de meu ser,

Senão a cinza em que ardi.

 

Almeida Garrett

publicado por Lagash às 20:33
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 6 de Abril de 2008

Gosto de ti / Cor dos teus olhos

 

Gosto de ti

Não por seres linda ou por seres feia.

Gosto de ti

Pela cor indefinida dos teus olhos

Na qual há uma mistura de todas as cores.

Nem sei mesmo se gosto dos teus olhos

Mas gosto de ti,

Por seres a dona de tais olhos.

Gosto de ti

Pela cor garça dos teus olhos ...

Nem azuis, nem verdes, nem cinzentos ...

De uma luz vaga, indefinida, incerta,

Como incerta e indefinida e vaga

É a minha vida

E a vida de toda a gente

Na hora que passa.

E é por isso,

Por essa identificação da minha vida

Com a cor incerta dos teus olhos,

Que eu gosto de ti.

  

António Gouveia (Melenas)

publicado por Lagash às 21:55
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 31 de Março de 2008

A luz dos olhos teus...

Quando a luz dos olhos teus
E a luz dos olhos meus
Resolvem se encontrar...
Ai que bom que isso é
Meu Deus, que frio que me dá
O encontro desse olhar...
Mas se a luz dos olhos teus
Resiste aos olhos meus
Só pra me provocar,
Meu amor, juro por Deus,
Me sinto incendiar...
Meu amor juro por Deus
Que a luz dos olhos meus
Já não podem esperar.
Quero a luz dos olhos teus,
Na luz dos olhos meus,
Sem mais la-la-la-la...
E na luz dos olhos teus,
Eu acho, meu amor,
E só se pode achar...
Que a luz dos olhos meus precisa se casar...

 

 

Tom Jobim e


 

Miúcha

publicado por Lagash às 02:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Declaração

Declaro que a responsabilidade de todos os textos / poesia / prosa publicados é minha no respeitante à transcrição dos mesmos. Faço todos os possíveis para contactar o(s) autor(es) dos trabalhos a fim de autorizarem a publicação, na impossibilidade de o fazer, caso assim o entenda o autor ou representante legal deverá contactar-me a fim de que o mesmo seja retirado - o que será feito assim que receba a informação. Os trabalhos assinados "Mário L. Soares" são de minha autoria e estão protegidos com a lei dos direitos de autor vigente. Quanto às fotografias, todas, cujo autor não esteja identificado, são de "autor desconhecido" - caso surja o respectivo autor de alguma, queira por favor contactar-me para proceder à sua identificação e se for caso disso retirada do blog. Às restantes fotografias aplicarei o mesmo princípio dos trabalhos escritos. Obrigado. Mário L. Soares - lagash.blog@sapo.pt

mais sobre mim

procurar em Lagash

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Seus Olhos

Gosto de ti / Cor dos teu...

A luz dos olhos teus...

arquivos

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags

links

blogs SAPO

subscrever feeds