Sexta-feira, 18 de Setembro de 2009

Casa

 

("Janela" - foto de José João Bica - 1º prémio ACERT - Concurso Internacional de Fotografia)  

 

(Sonho de ver o mundo parado)

 

Casa.

 

Aqui o sonho é mais exacto,

quase real

— espanto de fluido e cal.

 

Encosto a face

ao vidro da chuva

com a sensação quente do abandono

que me esfria a cara.

 

Lá fora o vento desfaz-se.

E os homens, os prédios, os mortos

vogam no sono...

 

Cá dentro

por um momento

tudo pára.

 

José Gomes Ferreira

 

publicado por Lagash às 16:30
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 7 de Agosto de 2009

O mundo é grande

 

 

O mundo é grande e cabe

nesta janela sobre o mar.

O mar é grande e cabe

na cama e no colchão de amar.

O amor é grande e cabe

no breve espaço de beijar.

 

Carlos Drummond de Andrade

 

publicado por Lagash às 16:09
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 3 de Agosto de 2009

Fechar os olhos

 

 

“De tempos a tempos é bom fecharmos os olhos, e naquele escuro dizer para nós próprios, ‘Eu sou o feiticeiro, e quando abrir os meus olhos verei o mundo que criei, e para com o qual eu, e apenas eu, sou completamente responsável.’ Lentamente, então, as pestanas abrem-se como as cortinas de um palco. E seguramente, estará lá o nosso mundo, tal e qual como o construímos.”

 

Richard Bach

in “A ponte para o sempre” de 1984. A tradução é minha a partir do Inglês.

 

publicado por Lagash às 16:06
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 9 de Junho de 2009

Lês

 

 

Lês-me por dentro e por fora,

como tu lês um conto.

Abro o meu cofre e confio

os meus ricos segredos

ao teu ouvido que com

coração guardo no peito.

Falas das coisas que tens em ti minhas

e abraças as coisas que ficam em mim tuas.

Contas-me as minhas histórias

de quando eu era menino

e não te conhecia.

Sabes-me por dentro.

Livro aberto ao mundo – sou.

O mundo que és tu. Que me lês.

Que me vês e sabes…

 

Mário L. Soares

 

publicado por Lagash às 16:05
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Declaração

Declaro que a responsabilidade de todos os textos / poesia / prosa publicados é minha no respeitante à transcrição dos mesmos. Faço todos os possíveis para contactar o(s) autor(es) dos trabalhos a fim de autorizarem a publicação, na impossibilidade de o fazer, caso assim o entenda o autor ou representante legal deverá contactar-me a fim de que o mesmo seja retirado - o que será feito assim que receba a informação. Os trabalhos assinados "Mário L. Soares" são de minha autoria e estão protegidos com a lei dos direitos de autor vigente. Quanto às fotografias, todas, cujo autor não esteja identificado, são de "autor desconhecido" - caso surja o respectivo autor de alguma, queira por favor contactar-me para proceder à sua identificação e se for caso disso retirada do blog. Às restantes fotografias aplicarei o mesmo princípio dos trabalhos escritos. Obrigado. Mário L. Soares - lagash.blog@sapo.pt

mais sobre mim

procurar em Lagash

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Casa

O mundo é grande

Fechar os olhos

Lês

arquivos

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags

links

blogs SAPO

subscrever feeds