Sábado, 22 de Novembro de 2008

Frontier Psychiatrist

 

 

Is Dexter ill? Is Dexter ill? Is Dexter ill?

Is Dexter ill today? Mr. Kirk, Dexter’s in school

I’m afraid he’s not, Miss Fishborne

Dexter’s truancy problem is way out of hand

The Baltimore County School board have decided to expel

Dexter from the entire public school system

 

Oh Mr Kirk, I’m as upset as you to learn of Dexter’s truancy

But surely, expulsion is not the answer!

I’m afraid expulsion is the only answer

Its the opinion of the entire staff that Dexter is criminally insane!

 

That boy needs therapy, psychosomatic,

That boy needs therapy, purely psychosomatic

That boy needs therapy

Lie down on the couch! What does that mean?

You’re a nut! You’re crazy in the coconut!

What does that mean? That boy needs therapy

I’m gonna kill you, that boy needs therapy

Ranagazoo, let’s have it to you

On the count of three

That, that, that, that, that boy.. boy needs therapy

He was white as a sheet

And he also made false teeth

 

Avalanches is above, business continues below

Did I ever tell you the story about

Cowboys! bit, bit bitches and the indians and, fron…frontier psychiatrist

I... I felt strangely hypnotised

I was in another world, a world of 20.000 girls

And milk! rectangles, to an optometrist, the man with the golden eyeball

And tighten your buttocks, pour juice on your chin

I promise my girlfriend id... the violin, violin, violin ...

 

Frontier psychiatrist

Frontier, frontier, frontier, frontier

Frontier, frontier, frontier, frontier

Frontier, frontier, frontier, frontier

 

That boy needs therapy, psychosomatic

That boy needs therapy, purely psychosomatic

That boy needs therapy

Lie down on the couch, what does that mean?

You’re a nut! You’re crazy in the coconut!

What does that mean? That boy needs therapy

I’m gonna kill you, that boy needs therapy

Ranagazoo, lets have a tune

Now when I count three

That, that, that, that, that boy.. boy needs therapy

He was white as a sheet

And he also made false teeth

 

Frontier psychiatrist

 

Can you think of anything else that talks, other than a person?

Uh ohh... uh oh, a bird! yeah!

Sometimes a parrot talks

Ha ha ha ha ha !!!!

Yes, some birds are funny when they talk

Can you think of anything else

A record, record, record!

 

The Avalanches

 

publicado por Lagash às 16:13
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 6 de Novembro de 2008

Demência

 

(foto retirada da internet - desconheço o autor) 

 

Serei um louco? Um alucinado?

Não tenho mão em mim,

Estarei estragado?

Não sei como me tornei assim…

 

Troco-me por outro

Sem a mínima garantia,

Sigo, diferente, o troço,

Que a mim estarrecia…

 

Parto perdido, ao mesmo volto,

Sou o que sou, sem demagogia

Largo a realidade, não fico solto.

 

Triste e revolto, ando sem norte,

Vou pela estrada e vendo a alma,

Disseminado ao vento, sigo a minha sorte.

 

Mário L. Soares

 

publicado por Lagash às 16:20
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 29 de Setembro de 2008

Apelo à Poesia

 

 

Por que vieste? — Não chamei por ti!

Era tão natural o que eu pensava,

(Nem triste, nem alegre, de maneira

Que pudesse sentir a tua falta... )

E tu vieste,

Como se fosses necessária!

 

Poesia! nunca mais venhas assim:

Pé ante pé, covardemente oculta

Nas ideias mais simples,

Nos mais ingénuos sentimentos:

Um sorriso, um olhar, uma lembrança...

— Não sejas como o Amor!

 

É verdade que vens, como se fosses

Uma parte de mim que vive longe,

Presa ao meu coração

Por um elo invisível;

Mas não regresses mais sem que eu te chame,

— Não sejas como a Saudade!

 

De súbito, arrebatas-me, através

De zonas espectrais, de ignotos climas;

E, quando desço à vida, já não sei

Onde era o meu lugar...

Poesia! nunca mais venhas assim,

— Não sejas como a Loucura!

 

Embora a dor me fira, de tal modo

Que só as tuas mãos saibam curar-me,

Ou ninguém, se não tu, possa entender

O meu contentamento,

Não venhas nunca mais sem que eu te chame,

— Não sejas como a Morte!

 

Carlos Queirós

 

publicado por Lagash às 16:14
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 2 de Junho de 2008

Louco?

  

 

Estarei louco? Não estou em mim…

Tenho laivos de coisas estranhas,

Tremores de assim assim.

 

Manhas e outras lanhas,

Para romper o que de mau há no eu…

Ardem no interior das minhas façanhas.

 

Não quero sincero perdão…

Não me apetece dizer desculpa…

Estou sem vida, louco, porque não…

 

Sono tenho a magotes.

Que bom que é não estar por cá!

Sem viver as vidas mortes.

 

Estou farto de tudo e de nada,

Quero o meu e o que não é!

O que há-de ser e já acaba,

Venha o teu para o meu pé.

 

Estou desiludido e parvo…

Tenho tudo e parto tudo…

Quero nada e estrago tudo…

Não mereço um chavo.

 

Quero-te a ti, isso eu sei…

Mais nada, e não sei como.

Tenho a guerra e por isso chorei…

O amor que sei que amo.

 

Mário L. Soares

 

publicado por Lagash às 00:52
link do post | comentar | favorito

Declaração

Declaro que a responsabilidade de todos os textos / poesia / prosa publicados é minha no respeitante à transcrição dos mesmos. Faço todos os possíveis para contactar o(s) autor(es) dos trabalhos a fim de autorizarem a publicação, na impossibilidade de o fazer, caso assim o entenda o autor ou representante legal deverá contactar-me a fim de que o mesmo seja retirado - o que será feito assim que receba a informação. Os trabalhos assinados "Mário L. Soares" são de minha autoria e estão protegidos com a lei dos direitos de autor vigente. Quanto às fotografias, todas, cujo autor não esteja identificado, são de "autor desconhecido" - caso surja o respectivo autor de alguma, queira por favor contactar-me para proceder à sua identificação e se for caso disso retirada do blog. Às restantes fotografias aplicarei o mesmo princípio dos trabalhos escritos. Obrigado. Mário L. Soares - lagash.blog@sapo.pt

mais sobre mim

procurar em Lagash

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Frontier Psychiatrist

Demência

Apelo à Poesia

Louco?

arquivos

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags

links

blogs SAPO

subscrever feeds