Sábado, 18 de Abril de 2009

Mário Persona #1 - Planeamento Estratégico e Pensamento Estratégico

 

 

Embora os temas abordados neste blog nunca sejam muito técnicos, e como este blog é “despreocupado”, senti o impulso de postar esta opinião do Mário Persona sobre este tema tão interessante e actual.

 

A gestão de uma carreira, a actualidade, a crise, a profissão e o trabalho, numa abordagem fácil.

 

Para ver, ouvir e aprender.

 

Mário L. Soares

 

publicado por Lagash às 16:24
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 17 de Abril de 2009

O vazio

 

 

Vastos horizontes

Uma Ágora de nada

Amplos espaços

Perdidos vazios

 

Um nada de nada,

Sem coisa qualquer

Alguma…

Nenhuma…

 

Apenas vazio.

 

Mário L. Soares

 

publicado por Lagash às 16:18
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Quinta-feira, 16 de Abril de 2009

Hasta Siempre

 

 

Aprendimos a quererte

Desde la historica altura

Donde el sol de tu bravura

Le puso un cerco a la muerte

 

Aquí se queda la clara

La entrañable transparencia

De tu querida presencia

Comandante Che Guevara

 

Vienes quemando la brisa

Con soles de primavera

Para plantar la bandera

Con la luz de tu sonrisa

 

Aquí se queda la clara

La entrañable transparencia

De tu querida presencia

Comandante Che Guevara

 

Como revolucionario

Que conducía nueva empresa

Donde espera la firmesa

De tu brazo libertario

 

Aquí se queda la clara

La entrañable transparencia

De tu querida presencia

Comandante Che Guevara

 

(hablado)

Seguiremos adelante

Como junto a tí seguimos

Y con Fidel te decimos

Hasta siempre Comandante

 

Aquí se queda la clara

La entrañable transparencia

De tu querida presencia

Comandante Che Guevara

 

Che: " Esa hora irá creciendo cada día que pase, esa hora ya no parará más".

 

Nathalie Cardone

 

publicado por Lagash às 16:07
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

Farto

 

 

Farto do falso

e do contra contraditório.

Estou pelos cabelos,

de cus de gente

que pensa que pensa.

 

Farto de tudo

o que rodeia os rodeios.

Da falta da falta

e fartura dos fartos.

Estou farto!

 

Farto de nada

que nunca acaba.

Estou gordo e no lodo,

das tretas de gretas

que há por aí!

 

Estou farto!

 

Mário L. Soares

 

publicado por Lagash às 16:20
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 14 de Abril de 2009

Shine on you crazy diamond

 

 

Remember when you were young, you shone like the sun.

Shine on you crazy diamond.

Now there's a look in your eyes, like black holes in the sky.

Shine on you crazy diamond.

You were caught on the crossfire of childhood and stardom, blown on the

steel breeze.

Come on you target for faraway laughter, come on you stranger, you legend,

you martyr, and shine!

 

You reached for the secret too soon, you cried for the moon.

Shine on you crazy diamond.

Threatened by shadows at night, and exposed in the light.

Shine on you crazy diamond.

Well you wore out your welcome with random precision, rode on the

steel breeze.

Come on you raver, you seer of visions, come on you painter, you piper,

you prisoner, and shine!

 

Pink Floyd

 

publicado por Lagash às 16:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 13 de Abril de 2009

Quem disse que não temos talentos? #1 The beginning song

 

 

you came to this world

to see what i've done

and it's fine

so come and let's start

i'll give you all my heart

this time

 

don't walk away

cause baby i will love you more

i have this feeling

you're who i've been looking for

so close your eyes and read the signs

it's time to soar

 

you came to this world

to change what i've done

it's alright

but now you must dare

you can't pretend you're there

if you're mine

 

don't walk away

cause baby i will love you more

i have this feeling

you're who i've been looking for

so close your eyes and read the signs

it's time to soar

 

don't walk away

cause baby i will love you more

i have this feeling

you're who i've been looking for

don't turn away it's time to stay

there's nothing more

 

Rita Redshoes

 

publicado por Lagash às 16:24
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 12 de Abril de 2009

Páscoa

 

 

A Páscoa judaica é (primeiramente) a comemoração da liberdade desse povo que era escravizado no antigo Egipto. A Páscoa nunca cai no mesmo dia, mas o dia da Páscoa é o primeiro domingo depois da Lua Cheia que ocorre no dia ou depois de 21 Março (a data do equinócio) e até 25 de Abril. Entretanto, a data da Lua Cheia não é a real, mas a definida nas Tabelas Eclesiásticas. A igreja, para obter consistência na data da Páscoa decidiu, no Conselho de Nicea em 325 d.C., definir a Páscoa relacionada a uma Lua imaginária - conhecida como a "lua eclesiástica".

 

A palavra Páscoa tem a sua origem do nome em hebraico da festa judaica, “Pessach” , não só pelo sentido simbólico de “passagem”, comum às celebrações pagãs (passagem do inverno para a primavera) e judaicas (da escravatura no Egipto para a liberdade na Terra prometida), mas também pela posição da Páscoa no calendário.

 

O Ovo de Páscoa, têm origens ancestrais e pagãs, muito antes da era de Cristo, onde na Ucrânia, os Chineses e alguns povos europeus e do norte de África, tinham o hábito de ofertar ovos de galinha pintados simbolizando o início da vida (primavera) venerando Eostre – Deusa da fertilidade e do renascimento (anglo-saxã, daí o termo Easter), onde o coelho era símbolo pela sua virilidade sexual. Os franceses, já mais recentemente, começaram a tradição dos ovos de chocolate.

 

A Páscoa celebra a Ressurreição de Jesus Cristo ou a sua vitória sobre a morte, depois de ser morto por crucificação que ocorreu em 30 ou 33 d.C.

 

Ao terceiro dia Cristo ressuscitou…

 

Mário L. Soares

 

publicado por Lagash às 16:19
link do post | comentar | favorito
Sábado, 11 de Abril de 2009

The Reason

 

 

I'm not a perfect person

There's many things I wish I didn't do

But I continue learning

I never meant to do those things to you

And so I have to say before I go

That I just want you to know

 

I've found a reason for me

To change who I used to be

A reason to start over new

and the reason is you

 

I'm sorry that I hurt you

It's something I must live with every day

And all the pain I put you through

I wish that I could take it all away

And be the one who catches all your tears

That's why I need you to hear

 

I've found a reason for me

To change who I used to be

A reason to start over new

and the reason is you [x4]

 

I'm not a perfect person

I never meant to do those things to you

And so I have to say before I go

That I just want you to know

 

I've found a reason for me

To change who I used to be

A reason to start over new

and the reason is you

 

I've found a reason to show

A side of me you didn't know

A reason for all that I do

And the reason is you

 

Hoobastank

 

publicado por Lagash às 16:13
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 10 de Abril de 2009

Morte de Jesus Cristo

 

(Jim Caviezel no papel de Jesus no filme "A paixão de Cristo" de Mel Gibson)

 

Jesus Cristo, o “prometido”, o “messias”, ou o filho de Deus vivo.

 

Era descendente de David, filho de Maria, nasceu em Belém na Judeia e viveu em Nazaré grande parte da sua vida, daí ser conhecido também pelo “Nazareno”. Cristo, do grego “Christós” é a tradução de “Messias”, e é esse o seu significado.

 

Um anjo anunciou ao profeta Daniel, segundo o velho testamento (Daniel 9:25, 26), que o Messias surgiria após o restabelecimento de Jerusalém e antes da destruição do templo. A profecia indicava a vinda de um ser humano, descendente de David, que pudesse recuperar Israel e devolvê-la aos filhos de Israel, reconstruindo a nação e restaurando a paz no mundo.

 

Jesus viveu para a salvação da humanidade e morreu para a salvar. Ressuscitou ao terceiro dia.

 

A Sexta-feira Santa, ou Sexta-feira da Paixão, é a Sexta-feira antes do Domingo de Páscoa. É a data em que os cristãos lembram o julgamento, paixão, crucificação, morte e sepultura de Jesus Cristo, através de diversos ritos religiosos.

 

Segundo a tradição cristã, a ressurreição de Cristo aconteceu no domingo seguinte ao dia 14 de Nisã, no calendário hebraico. A mesma tradição refere ser esse o terceiro dia desde a morte. Assim, contando a partir do domingo, e sabendo que o costume judaico, tal como o romano, contava o primeiro e o último dia, chega-se à sexta-feira como dia da morte de Cristo.

 

A Sexta-feira Santa é um feriado móvel que serve de referência para outras datas. É calculado como sendo a primeira Sexta-feira de lua cheia após o equinócio de Outono no hemisfério sul ou o equinócio de primavera no hemisfério norte, podendo ocorrer entre 22 de Março e 25 de Abril.

 

Mário L. Soares

(recolhi partes da Wikipédia)

 

publicado por Lagash às 16:28
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 9 de Abril de 2009

Medo / Miedo

 

 

Tienen miedo del amor y no saber amar

Tienen miedo de la sombra y miedo de la luz

Tienen miedo de pedir y miedo de callar

Miedo que da miedo del miedo que da

 

Tienen miedo de subir y miedo de bajar

Tienen miedo de la noche y miedo del azul

Tienen miedo de escupir y miedo de aguantar

Miedo que da miedo del miedo que da

 

El miedo es una sombra que el temor no esquiva

El miedo es una trampa que atrapó al amor

El miedo es la palanca que apagó la vida

El miedo es una grieta que agrandó el dolor

 

Tenho medo de gente e de solidão

Tenho medo da vida e medo de morrer

Tenho medo de ficar e medo de escapulir

Medo que dá medo do medo que dá

 

Tenho medo de acender e medo de apagar

Tenho medo de esperar e medo de partir

Tenho medo de correr e medo de cair

Medo que dá medo do medo que dá

 

O medo é uma linha que separa o mundo

O medo é uma casa aonde ninguém vai

O medo é como um laço que se aperta em nós

O medo é uma força que não me deixa andar

 

Tienen miedo de reir y miedo de llorar

Tienen miedo de encontrarse y miedo de no ser

Tienen miedo de decir y miedo de escuchar

Miedo que da miedo del miedo que da

 

Tenho medo de parar e medo de avançar

Tenho medo de amarrar e medo de quebrar

Tenho medo de exigir e medo de deixar

Medo que dá medo do medo que dá

 

O medo é uma sombra que o temor não desvia

O medo é uma armadilha que pegou o amor

O medo é uma chave, que apagou a vida

O medo é uma brecha que fez crescer a dor

 

El miedo es una raya que separa el mundo

El miedo es una casa donde nadie va

El miedo es como un lazo que se apierta en nudo

El miedo es una fuerza que me impide andar

 

Medo de olhar no fundo

Medo de dobrar a esquina

Medo de ficar no escuro

De passar em branco, de cruzar a linha

Medo de se achar sozinho

De perder a rédea, a pose e o prumo

Medo de pedir arrego, medo de vagar sem rumo

 

Medo estampado na cara ou escondido no porão

O medo circulando nas veias

Ou em rota de colisão

O medo é do Deus ou do demo

É ordem ou é confusão

O medo é medonho, o medo domina

O medo é a medida da indecisão

 

Medo de fechar a cara

Medo de encarar

Medo de calar a boca

Medo de escutar

Medo de passar a perna

Medo de cair

Medo de fazer de conta

Medo de dormir

Medo de se arrepender

Medo de deixar por fazer

Medo de se amargurar pelo que não se fez

Medo de perder a vez

 

Medo de fugir da raia na hora H

Medo de morrer na praia depois de beber o mar

Medo... que dá medo do medo que dá

Medo... que dá medo do medo que dá

 

Lenine

acompanhado por Julieta Venegas

 

publicado por Lagash às 16:27
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 8 de Abril de 2009

Solidão

 

 

Aproximo-me da noite

o silêncio abre os seus panos escuros

e as coisas escorrem

por óleo frio e espesso

 

Esta deveria ser a hora

em que me recolheria

como um poente

no bater do teu peito

mas a solidão

entra pelos meus vidros

e nas suas enlutadas mãos

solto o meu delírio

 

É então que surges

com teus passos de menina

os teus sonhos arrumados

como duas tranças nas tuas costas

guiando-me por corredores infinitos

e regressando aos espelhos

onde a vida te encarou

 

Mas os ruídos da noite

trazem a sua esponja silenciosa

e sem luz e sem tinta

o meu sonho resigna

 

Longe

os homens afundam-se

com o caju que fermenta

e a onda da madrugada

demora-se de encontro

às rochas do tempo

 

Mia Couto, in "Raiz de Orvalho e Outros Poemas"

 

publicado por Lagash às 16:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 7 de Abril de 2009

Chão

 

 

Apetece-me des-ser-me;

reatribuir-me a átomo.

cuspir castanhos grãos

mas gargantadentro;

isto seja: engolir-me para mim

poucochinho a cada vez

um por mais um: areios.

assim esculpir-me a barro

e re-ser chão. muito chão.

apetece-me chãonhe-ser-me.

 

Ondjaki

 

publicado por Lagash às 16:19
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 6 de Abril de 2009

Maria Madalena

 

("Maria Magdalena" um quadro de Daumier Honoré) 

 

Em sua boca florescem os vocábulos

o leite e o mel inundam suas coxas

ela sabe a ternura e o perdão

consola o justo e o pecador

em seu corpo o corpo se purifica

em seu amor o espírito se redime

em sua perdição está nossa única e santa

salvação.

Beijarei sua carne de inocência

quem nunca amou atire

a primeira pedra.

 

Manuel Alegre

 

publicado por Lagash às 16:08
link do post | comentar | favorito
Domingo, 5 de Abril de 2009

Foz

 

(Foz do Rio São Francisco no Brasil) 

 

 

És a minha foz

de lava e lume

 

Eu sou o rio

de águas separadas

 

Tu és a seta

de vício e de veneno

 

Eu sou a voz

onde invento o nada

Tu és o meu lavor

eu sou a bordadeira

 

És o meu anjo

de asas decepadas

 

Eu sou a distância

tu és a colmeia

 

Tu és o silêncio

e eu sou a tua espada

 

Maria Teresa Horta

 

publicado por Lagash às 16:21
link do post | comentar | favorito
Sábado, 4 de Abril de 2009

Vaidade, meu Amor, tudo Vaidade!

 

(Marilyn Monroe em "The Seven Year Itch" ou "O Pecado Mora ao Lado" de 1955) 

 

Vaidade, meu Amor, tudo Vaidade!

Ouve: quando eu, um dia, for alguém,

Tuas amigas ter-te-ão amizade,

(Se isso é amizade) mais do que, hoje, têm.

 

Vaidade é o Luxo, a Glória, a Caridade,

Tudo Vaidade! E, se pensares bem,

Verás, perdoa-me esta crueldade,

Que é uma vaidade o amor de tua mãe.

Vaidade! Um dia, foi-se-me a Fortuna

E eu vi-me só no Mar com minha escuna,

E ninguém me valeu na tempestade!

 

Hoje, já voltam com seu ar composto,

Mas, eu, vê lá! Eu volto-lhes o rosto…

E isto em mim não será uma vaidade?

 

António Nobre

 

publicado por Lagash às 16:17
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Declaração

Declaro que a responsabilidade de todos os textos / poesia / prosa publicados é minha no respeitante à transcrição dos mesmos. Faço todos os possíveis para contactar o(s) autor(es) dos trabalhos a fim de autorizarem a publicação, na impossibilidade de o fazer, caso assim o entenda o autor ou representante legal deverá contactar-me a fim de que o mesmo seja retirado - o que será feito assim que receba a informação. Os trabalhos assinados "Mário L. Soares" são de minha autoria e estão protegidos com a lei dos direitos de autor vigente. Quanto às fotografias, todas, cujo autor não esteja identificado, são de "autor desconhecido" - caso surja o respectivo autor de alguma, queira por favor contactar-me para proceder à sua identificação e se for caso disso retirada do blog. Às restantes fotografias aplicarei o mesmo princípio dos trabalhos escritos. Obrigado. Mário L. Soares - lagash.blog@sapo.pt

mais sobre mim

procurar em Lagash

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Pausa

Hora Nostálgica #33 - Eve...

Acordar

Amor, pois que é palavra ...

Sol

Perdoa-me

Hora Nostálgica #32 - Boh...

Morte

Futuro

Bebido o luar

A meu favor

Viverei

Hora Nostálgica # 31 - Dr...

Reveses

Momentos etéreos em conte...

arquivos

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags

links

blogs SAPO

subscrever feeds