Terça-feira, 9 de Fevereiro de 2010

Futuro

 

 

Primei agora pelo futuro

Olho alheado o presente

Deparo assim com um muro

Parede tijolo quente

 

Volto à volta à solução

Esquema de passagem

Rotundo corrente de acção

Pronto para a viagem

 

Agarra-me atrás a barreira

Prende e parte-me os braços

Segura-me de qualquer maneira

 

Rasgo de sangue roupagem

Lágrimas correm no espaço

E caio no solo em miragem

 

Mário L. Soares

 

publicado por Lagash às 16:12
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 7 de Dezembro de 2009

E a caravana abana…

 

 

De vila à cidade,

engolimos alegres quilómetros

e pautamos uma viagem

por escritas e visitas, que

iremos de Sul a Norte,

no desenlaço da regra

e fronteira invisível,

desconhecido lado e lugar

na troca gira de volante,

veloz, um beijo e queijo

com mimos de vinho,

seremos a aventura ardente,

palpitantes do inseguro,

na desvenda parcial

de pessoas e luares.

 

Tu, meu homem suado

em arrepio prazerento,

o descanso soletrado

no brilho do sol igual,

da costa azurada,

esfomeados encantados,

eu, a mulher em ti só,

irei a praça das aldeias

de sorrisos alegrettos,

faremos salada de tomate

com orégões e amor,

assobios de chocolate

com rum e línguas

enroladas de conversas.

 

 

Em silêncio natura-magnífico,

sopramos as cortinas

de cores e símbolos,

com maternal costura,

ora, abertas, ora, fechadas,

no momento digamos

assim, toliçamos,

penetramos e cantamos

do roteiro a seguir,

na caravana que abana,

de suave em louco

riso sobre rodas,

pesadas em cúmplice,

do mais puro destino

desta bela viagem,

em vai-vem perpétuo.

 

 

Brinda Priem

in http://made-in-belgium.blogspot.com/

 

publicado por Lagash às 16:15
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 13 de Julho de 2008

Viagem

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aparelhei o barco da ilusão

 

E reforcei a fé de marinheiro.

Era longe o meu sonho, e traiçoeiro

O mar…

(Só nos é concedida

Esta vida

Que temos;

E é nela que é preciso

Procurar

O velho paraíso

Que perdemos).

Prestes, larguei a vela

E disse adeus ao cais, à paz tolhida.

Desmentida,

A revolta imensidão

Transforma dia a dia a embarcação

Numa errante e alada sepultura…

Mas corto as ondas sem desanimar.

Em qualquer aventura,

O que importa é partir, não é chegar.

 

Miguel Torga

 

 

 

publicado por Lagash às 17:12
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Declaração

Declaro que a responsabilidade de todos os textos / poesia / prosa publicados é minha no respeitante à transcrição dos mesmos. Faço todos os possíveis para contactar o(s) autor(es) dos trabalhos a fim de autorizarem a publicação, na impossibilidade de o fazer, caso assim o entenda o autor ou representante legal deverá contactar-me a fim de que o mesmo seja retirado - o que será feito assim que receba a informação. Os trabalhos assinados "Mário L. Soares" são de minha autoria e estão protegidos com a lei dos direitos de autor vigente. Quanto às fotografias, todas, cujo autor não esteja identificado, são de "autor desconhecido" - caso surja o respectivo autor de alguma, queira por favor contactar-me para proceder à sua identificação e se for caso disso retirada do blog. Às restantes fotografias aplicarei o mesmo princípio dos trabalhos escritos. Obrigado. Mário L. Soares - lagash.blog@sapo.pt

mais sobre mim

procurar em Lagash

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Futuro

E a caravana abana…

Viagem

arquivos

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags

links

Prémios

Users Online
free counters
blogs SAPO

subscrever feeds