Sexta-feira, 4 de Setembro de 2009

Sofrimento

 

 

O amor tem mais que o nada do mundo

Viver a morte, viver o sofrimento

Viver uma vida sofrida e amargurada…

É a morte lenta e sem sentido.

 

Temos um prenúncio, um caminho

Saber a senda que nos foi designada

É auguro de poucos, e loucos…

Os olhos vêem mais que o que está à vista.

 

Vê! Há mais no coração que apenas frio.

Há mais na vida do que a morte!

Vê! Vive o teu dia e avança.

 

Vê! Há mais no mundo, tem esperança

Há mais na alma que as pedras da vida!

Vê! Ama a vida… e sorri.

 

Mário L. Soares

 

publicado por Lagash às 16:09
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 26 de Julho de 2009

Who's Gonna Save My Soul

 

 

I got some bad news this morning

Which in turn made my day

When this someone spoke I listened

All of a sudden, has less and less to say

Oh, how could this be?

All this time, I've lived vicariously

Who's gonna save my soul now?

Who's gonna save my soul now?

How will my story ever be told now?

How will my story be told now?

 

Made me feel like somebody

Hum, like somebody else

Although he was imitated often

It felt like I was being myself

Is it a shame that someone else's song

Was totally and completely dependant on

Who's gonna save my soul now?

Who's gonna save my soul now?

I wonder if I'll live to grow old now

Getting high cause I feel so low down

 

And maybe it's a little selfish

All I have is the memory

Yet I never stopped to wonder

Was it possible you were hurting worse than me

Still my hunger turns to greed

Cause what about what I need?!

And oh! Who's gonna save my soul now?

Who's gonna save my soul now?

Oh I know I'm out of control now

Oh, tired enough to lay my own soul down

 

Gnarls Barkley

 

publicado por Lagash às 16:19
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 22 de Julho de 2009

Deception

 

 

Accusation.

Self-Mutilation.

False Smiles Forced by Pure Instinct.

All the Lies,

And cruel intentions,

Will leave you little room to think.

 

Deception and Mockery,

Tainted Laughter and Poison Smiles.

Innocence is not pardoned here,

So let yourself corrode a while.

 

Let the lies pull you in,

Allow the temptations to pull you down.

Close your eyes, and accept the sin.

Cause youre living their lives now.

 

Yeah, Youre in the middle of it all now,

Of this Hell so filled with deceit.

I suggest you turn back soon, my friend.

Cause to them, youre just fresh meat.

Theyre not the friends they claim they are,

And they couldnt care less what you do.

I know,

It happened to me.

I was just like you.

 

Desconheço o autor

 

publicado por Lagash às 16:20
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Junho de 2009

Ne me quitte pas

 

 

Ne me quitte pas

Il faut oublier

Tout peut s'oublier

Qui s'enfuit déjà

Oublier le temps

Des malentendus

Et le temps perdu

A savoir comment

Oublier ces heures

Qui tuaient parfois

A coups de pourquoi

Le cœur du bonheur

Ne me quitte pas

Ne me quitte pas

Ne me quitte pas

Ne me quitte pas

 

Moi je t'offrirai

Des perles de pluie

Venues de pays

Où il ne pleut pas

Je creuserai la terre

Jusqu'après ma mort

Pour couvrir ton corps

D'or et de lumière

Je ferai un domaine

Où l'amour sera roi

Où l'amour sera loi

Où tu seras reine

Ne me quitte pas

Ne me quitte pas

Ne me quitte pas

Ne me quitte pas

 

Ne me quitte pas

Je t'inventerai

Des mots insensés

Que tu comprendras

Je te parlerai

De ces amants-là

Qui ont vu deux fois

Leurs cœurs s'embraser

Je te raconterai

L'histoire de ce roi

Mort de n'avoir pas

Pu te rencontrer

Ne me quitte pas

Ne me quitte pas

Ne me quitte pas

Ne me quitte pas

 

On a vu souvent

Rejaillir le feu

D'un ancien volcan

Qu'on croyait trop vieux

Il est paraît-il

Des terres brûlées

Donnant plus de blé

Qu'un meilleur avril

Et quand vient le soir

Pour qu'un ciel flamboie

Le rouge et le noir

Ne s'épousent-ils pas

Ne me quitte pas

Ne me quitte pas

Ne me quitte pas

Ne me quitte pas

 

Ne me quitte pas

Je ne vais plus pleurer

Je ne vais plus parler

Je me cacherai là

A te regarder

Danser et sourire

Et à t'écouter

Chanter et puis rire

Laisse-moi devenir

L'ombre de ton ombre

L'ombre de ta main

L'ombre de ton chien

Ne me quitte pas

Ne me quitte pas

Ne me quitte pas

Ne me quitte pas

 

Jacques Brel

 

publicado por Lagash às 16:05
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 30 de Agosto de 2008

Fado

 

 

Que fado este que a minha vida revela? Que triste sina esta que me acompanha na despedida, na chegada, no prazer, no sofrimento? Sempre triste, funesta, sempre com lágrima, sempre almejando melhor e sendo sempre sentido.

Que fado é este que tenho cá dentro e me faz, me preenche e é aquilo que sou? Que derrota à partida é esta que me faz ganhar quando quero? Que pessimismo é que me vai na alma e me dá aquele grande optimismo do mal menor na maior tragédia sofrida?

Que fado é o meu? Que fado é o nosso?

Mudam-se os ventos mudam-se as vontades, pois então!

Mudemos para tanto o nosso fado, por quão grandes queremos ser, que nunca seremos maiores do que aquilo que quisermos ser.

Se somos bons quando queremos, sejamos então sempre os melhores, porque queremos e somos!

Farto estou de fados tristes e moribundos. Alegre-se a nossa tristeza – riremos das nossas faltas e amarguras.

Apontaremos o indicador a nós próprios, quais jograis e corte na mesma pessoa. Mas olhando nos olhos, sérios, com um sorriso.

Evolução fatídica e optimista. Eis a  solução. Para o nosso fado… o meu fado…

 

Mário L. Soares

 

publicado por Lagash às 16:03
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2008

Muito e Pouco

 

 

"Sofremos muito com o pouco que nos falta e gozamos pouco o muito que temos" - Shakespear

 

 

publicado por Lagash às 14:27
link do post | comentar | favorito
|

Declaração

Declaro que a responsabilidade de todos os textos / poesia / prosa publicados é minha no respeitante à transcrição dos mesmos. Faço todos os possíveis para contactar o(s) autor(es) dos trabalhos a fim de autorizarem a publicação, na impossibilidade de o fazer, caso assim o entenda o autor ou representante legal deverá contactar-me a fim de que o mesmo seja retirado - o que será feito assim que receba a informação. Os trabalhos assinados "Mário L. Soares" são de minha autoria e estão protegidos com a lei dos direitos de autor vigente. Quanto às fotografias, todas, cujo autor não esteja identificado, são de "autor desconhecido" - caso surja o respectivo autor de alguma, queira por favor contactar-me para proceder à sua identificação e se for caso disso retirada do blog. Às restantes fotografias aplicarei o mesmo princípio dos trabalhos escritos. Obrigado. Mário L. Soares - lagash.blog@sapo.pt

mais sobre mim

procurar em Lagash

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Sofrimento

Who's Gonna Save My Soul

Deception

Ne me quitte pas

Fado

Muito e Pouco

arquivos

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags

links

Prémios

Users Online
free counters
blogs SAPO

subscrever feeds