Domingo, 10 de Agosto de 2008

Non nobis, Domine, non nobis, sed nomini Tuo da gloriam

 

 

 

 

Nove cavaleiros cavalgaram em passo decidido,

Os nove encontraram o medo perdido,

Agarraram a vida e o conhecimento vivido,

Pela humanidade perdida no mundo esquecido.

 

Imponentes e firmes peregrinos guardaram,

Outros companheiros, mestres tornaram,

Para a Sua gloria e amor glorificaram,

E hoje ainda, os há, quem sabe ficaram?

 

Fortes e ricos eram em vida, o querer,

Na mão tinham, terras, reinos e poder,

Nada tinham no fundo, era apenas o ser,

Riqueza de dentro, amor e prazer.

 

Na morte, p’la cruz, a rosa e a vida,

O sangue derrama na terra pérfida,

Além ascendem com a alma aquecida,

O amor pelo próximo, sempre em cada investida.

 

Com espada de fogo combatem o mal,

Rodopiam pelo ar que provoca a espiral,

De branco tingidos de água e cal,

A terra de sangue em cruz por igual.

 

Mário L. Soares

 

publicado por Lagash às 16:03
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De António Pereira a 8 de Janeiro de 2009 às 09:08
Excelente poema num tema muito enigmático. Parabéns

Comentar post

Declaração

Declaro que a responsabilidade de todos os textos / poesia / prosa publicados é minha no respeitante à transcrição dos mesmos. Faço todos os possíveis para contactar o(s) autor(es) dos trabalhos a fim de autorizarem a publicação, na impossibilidade de o fazer, caso assim o entenda o autor ou representante legal deverá contactar-me a fim de que o mesmo seja retirado - o que será feito assim que receba a informação. Os trabalhos assinados "Mário L. Soares" são de minha autoria e estão protegidos com a lei dos direitos de autor vigente. Quanto às fotografias, todas, cujo autor não esteja identificado, são de "autor desconhecido" - caso surja o respectivo autor de alguma, queira por favor contactar-me para proceder à sua identificação e se for caso disso retirada do blog. Às restantes fotografias aplicarei o mesmo princípio dos trabalhos escritos. Obrigado. Mário L. Soares - lagash.blog@sapo.pt

mais sobre mim

procurar em Lagash

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Pausa

Hora Nostálgica #33 - Eve...

Acordar

Amor, pois que é palavra ...

Sol

Perdoa-me

Hora Nostálgica #32 - Boh...

Morte

Futuro

Bebido o luar

A meu favor

Viverei

Hora Nostálgica # 31 - Dr...

Reveses

Momentos etéreos em conte...

arquivos

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags

links

Prémios

Users Online
free counters
blogs SAPO

subscrever feeds