Segunda-feira, 16 de Março de 2009

Acto sexual é para ter filhos?

 

 

No dia a 3 de Abril de 1982, o deputado João Morgado, disse que o “acto sexual é para ter filhos”, com toda a estupidez de um pseudo – político a introduzir ideias supostamente cristãs para agradar a meia dúzia de clérigos que lhes faziam o favor de arrastar o rebanho ao voto para o partido das setinhas para o meio.

 

Este país embora esteja muito atrasado em muitas áreas, foi pioneiro na abolição da pena de morte, quando a bíblia continua a dizer “olho por olho, dente por dente”. Evoluímos e percebemos que a bíblia é intemporal, que os tempos se adaptam a ela, e que mais importante de tudo é ser alegórica e simbólica. Para além disso em parte nenhuma é falado do aborto! – e até o “não matarás” tem o significado no hebraico de “não assassinarás” e que se por um lado justificou matanças (não assassinatos) por parte da igreja / inquisição na idade média, por outro “justificaria” a alegada por alguns “morte” do feto. Fala-vos um cristão.

 

Felizmente duvido que tenhamos muitos políticos destes actualmente, mas se temos alguns, pelo menos têm a hipócrita decência de calarem as suas ideias retrógradas. Tirando algumas mulheres de apelido Leite que não aprendem nunca e que se mantém (coitadas) num registo em 2008, conservador e pré-histórico de “a família tem por objectivo a procriação” – incrível, certo? Muda-se do contexto sexual para o prezado valor da família, mas a ESTÚPIDA mensagem é a mesma!

 

Portugal AINDA é livre, e eu sou um homem livre, para que tanto alguém possa dizer barbaridades como as que foram ditas em 1982 e em 2008, intrometendo-se claramente na minha vida sexual e familiar, como eu possa usar o meu “tempo de antena” para criticar os políticos que lá estão ao meu / nosso serviço.

 

Bem esteve Natália Correia que lhe respondeu (ao João Morgado – pena a poetisa não estar fisicamente entre nós em 2008) no dia seguinte na mesma assembleia e que merece ainda hoje ser ouvido pela Sra. Leite que tem mesmo de emigrar para a Sibéria e parar de opinar em Portugal.

 

Aqui segue o poema da Natália Correia, cujo aniversário da morte se celebra hoje, para o então deputado João Morgado:

 

“Já que o coito - diz Morgado -

tem como fim cristalino,

preciso e imaculado

fazer menina ou menino;

e cada vez que o varão

sexual petisco manduca,

temos na procriação

prova de que houve truca-truca.

Sendo pai só de um rebento,

lógica é a conclusão

de que o viril instrumento

só usou - parca ração! -

uma vez. E se a função

faz o orgão - diz o ditado -

consumada essa excepção,

ficou capado o Morgado.”

 

Natália Correia

 

As opiniões aqui expressadas (com a excepção do poema) são de minha autoria.

 

Mário L. Soares

 

publicado por Lagash às 16:13
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De sonhadoraincuravel a 16 de Março de 2009 às 19:39
A dona M.F.Leite é portanto a favor de que uma mulher não se deve casar ou ter vida sexual a partir do momento que entra na menopausa lool. É ridiculo utilizarem argumentos idiotas para explicarem preconceitos mais idiotas ainda. Mas já nada me surpreende vindo da classe política portuguesa. Grande Natalia Correia!
De Lagash a 17 de Março de 2009 às 09:54
Absolutamente!

Ela vai mais longe e aponta o dedo a todos os "pecadores" que tem uma vida sexual sem o objectivo da procriação - mesmo antes da menopausa!

Faz lembrar uma bula papal antiga (de um papa até muito justo e bom homem) que "proibia" o uso do preservativo! Vivemos em tempos curiosos, num país fantástico.

Mário L. Soares

Comentar post

Declaração

Declaro que a responsabilidade de todos os textos / poesia / prosa publicados é minha no respeitante à transcrição dos mesmos. Faço todos os possíveis para contactar o(s) autor(es) dos trabalhos a fim de autorizarem a publicação, na impossibilidade de o fazer, caso assim o entenda o autor ou representante legal deverá contactar-me a fim de que o mesmo seja retirado - o que será feito assim que receba a informação. Os trabalhos assinados "Mário L. Soares" são de minha autoria e estão protegidos com a lei dos direitos de autor vigente. Quanto às fotografias, todas, cujo autor não esteja identificado, são de "autor desconhecido" - caso surja o respectivo autor de alguma, queira por favor contactar-me para proceder à sua identificação e se for caso disso retirada do blog. Às restantes fotografias aplicarei o mesmo princípio dos trabalhos escritos. Obrigado. Mário L. Soares - lagash.blog@sapo.pt

mais sobre mim

procurar em Lagash

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Pausa

Hora Nostálgica #33 - Eve...

Acordar

Amor, pois que é palavra ...

Sol

Perdoa-me

Hora Nostálgica #32 - Boh...

Morte

Futuro

Bebido o luar

A meu favor

Viverei

Hora Nostálgica # 31 - Dr...

Reveses

Momentos etéreos em conte...

arquivos

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags

links

Prémios

Users Online
free counters
blogs SAPO

subscrever feeds